Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Mário Bigode do Parque União
Mario Silva Ribeiro Leite

  • 1 - Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), I E IV C/C Destruição, Subração Ou Ocultação de Cadáver (Art. 211 - Cp) C/C Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp).
  • CV - Comando Vermelho
  • Gerente do Tráfico de Drogas
  • Complexo da Maré - Parque União - Bonsucesso - RJ
  • 01/03/1984
  • Nº (I.F.P.) 123.233.546
  • Rio de Janeiro
  • Procurado

Histórico

O Portal dos Procurados divulga cartaz para ajudar a Delegacia de Descoberta de Paradeiros ? DDPA ?, com informações que possam ajudar na localização e consequente prisão de Mario Silva Ribeiro Leite, o Mário Bigode, de 36 anos. Ele é o principal suspeito pelo assassinato da jovem Gabriela Oliveira de Freitas, que foi sequestrada na Favela Parque União, no Complexo da Maré, e teve o corpo encontrado na Baía de Guanabara, em maio de 2019.
O Ministério Público ofereceu denúncia em face de MARIO SILVA RIBEIRO LEITE, vulgo ´BIGODE´, na forma do artigo 121, §2º, I e IV, c/c artigo 211, ambos do Código Penal, c/c artigo 35, Lei 11.343/06, todos n/f do artigo 69 do Código Penal, conforme os autos processuais a vítima Gabriela Oliveira de Freitas desapareceu em 12/05/2019, no interior da favela Parque União, Complexo da Maré, após ser arrebatada de um bar por traficantes de drogas da localidade.
Segundo investigações da DDPA, a vítima foi abordada pelos traficantes Valdecir Nunes da Silva, vulgo Kaká Açougueiro (preso) e Mario Silva Ribeiro Leite os quais efetuaram buscas em seu celular a fim de verificar seus contatos e fotos, e após averiguarem seu aparelho concluíram que a vítima era uma informante da polícia. Relatou que os traficantes saíram arrastando a vítima e a levaram para um local conhecido na comunidade como ´Peixaria´, onde os traficantes se reúnem para executar as pessoas. A vítima foi esfaqueada e posteriormente teve seu corpo esquartejado e jogado na Baia de Guanabara, tendo morrido a mando de Mario Silva Ribeiro Leite, vulgo ´Bigode´, atual frente da comunidade, e tendo seus restos mortais sido encontrados na Baia da Guanabara em 14/05/2019.
Em julho do ano passado, a Desarme fez uma operação policial, que terminou com um dos maiores resultados da história recente do estado. Foram 8,5 toneladas de drogas, 31 armas, das quais 23 eram fuzis, e 75 granadas, além de munição. Parte dos fuzis estava dentro de três contêineres num depósito na Nova Holanda, próximo à Avenida Brasil, uma das favelas do conjunto.

Já os fuzis recolhidos no Parque União eram do traficante Mário Bigode. O criminoso também teria forte atuação em roubos de cargas e de veículos. Algumas armas dele tinham a figura de um tubarão, um dos apelidos do traficante. Uma delas estavam com adesivo dos personagens Mario Bros e Luigi.

Em face do relatado sobre a morte da jovem, considerando-se as razões expostas pela Justiça, bem como a manifestação ministerial favorável, a pedido da Autoridade Policial da DDPA, Delegada Titular Draª Ellen Souto, foi decretada a Prisão Preventiva do criminoso, pela 1ª Vara Criminal da Comarca do Rio de Janeiro, Nº do Mandado de Prisão: 0044159-25.2020.8.19.0001.01.0001-18, pelo crime Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), I E IV C/C Destruição, Subração Ou Ocultação de Cadáver (Art. 211 - Cp) C/C Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp).

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Mario Silva Ribeiro Leite , pedimos que denuncie anonimamente pelos seguintes canais abaixo: O Anonimato é Garantido.
WhatsApp Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,
Telefone do Disque-Denúncia (21) 2253-1177
APP ?Disque Denúncia RJ ?.
https://twitter.com/PProcurados (mensagens)

Todas as informações serão encaminhadas para DDPA que está encarregada do caso e do inquérito criminal.

Mandados

Origem Processo expedição
1ª Vara Criminal da Comarca do Rio de Janeiro Nº do Mandado de Prisão: 0044159-25.2020.8.19.0001.01.0001-18 Data de expedição: 01/10/2020