Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Vidigal ou Serrinha
Willemsen Luiz da Silva

  • 1 - Crime de Interceptação Telefônica, de Informática Ou Telemática (Art. 10 - Lei 9.296/96)
  • CV - Comando Vermelho
  • Chefe do Tráfico de Drogas
  • Camorim Grande - Angra dos Reis, na Região Costa Verde Fluminense- RJ
  • RG Nº. IFP - 134.599.760
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Procurado

Histórico

Willemsen Luiz da Silva é ligado a facção Comando Vermelho e chefia o tráfico de drogas Camorim Grande - Angra dos Reis, na Região Costa Verde Fluminense- RJ.

Em uma investigação iniciadas as diligências, inclusive com quebras de sigilo de dados telefônicos e interceptações telefônicas, e com o desenvolvimento das investigações, verificou-se a existência de duas células criminosas, a primeira uma organização criminosa focada na prática de roubos a caixas eletrônicos e a segunda uma associação para o tráfico de drogas.

Apurou-se que, depois de crimes em Resende, sucederam roubos com estouros a caixas eletrônicos em Porto Real, Itatiaia (Penedo), Rio Claro (Lídice), Valença e Angra dos Reis, e ao menos dois assaltos a estabelecimentos empresariais situados em Angra dos Reais, sendo os crimes praticados de forma extremamente violenta, com diversas armas de grosso calibre, inclusive fuzis, além de explosivos, e trocas de tiros com policiais. O grupo arrecadou cerca de R$ 2 milhões com as ações criminosas. O bando contava com grande estrutura logística, inclusive lanchas para viabilizar a fuga pelo mar em alguns episódios

Alguns dos denunciados, quando presos, chegaram a oferecer metade do que arrecadassem com novos roubos a caixas eletrônicos (estimados em R$ 300 mil) caso fossem liberados para a sua execução. No início das investigações também foi observada a prática do crime de tráfico de drogas, especialmente em Angra dos Reis, com traficantes atuando fortemente armados, no interior de presídios e em outros Estados da Federação, sendo a violência um traço marcante da associação.

Segundo os autos, a quadrilha atua na preparação, produção, aquisição, venda, transporte, guarda, entrega a consumo e fornecimento de drogas, sobretudo cocaína, maconha e preparados à base de clorofórmio e éter - cheirinho da loló, em diversas localidades de Angra dos Reis, bem como em municípios da região Sul Fluminense, da Baixada Fluminense e na própria capital, com ramificações em outros Estados. Um dos membros da quadrilha e réu no processo é o traficante Willemsen Luiz da Silva, de vulgo Vidigal ou Pai. No final de semana passado, a Polícia Militar interrompeu a festa de aniversário do bandido na comunidade de Camorim Grande, em Angra, que resultou na prisão de 20 pessoas. Em uma conversa gravada, Vidigal negocia com seu comparsa Juninho Nazaré a aquisição de 1.000 munições de fuzil.

Os bandidos são acusados também de assaltar uma joalheria e de presentear mulheres com o produto do roubo. Eles castigavam as pessoas que descumpriam os comandos da associação.

Interceptações telefônicas também revelaram um plano do grupo para resgatar comparsas presos em um hospital. E foi articulada ainda tentativa de suborno de policiais para liberarem os custodiados mediante o pagamento de vantagens ilícitas.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou 0300 ? 253-1177, ou pelo Aplicativo para celular - Disque Denúncia RJ - . A recompensa só é paga com informações passadas para o Disque Denuncia ou Whatsapp dos Procurados.

Mandados

Origem Processo expedição
Comarca de Resende/2ª Vara Criminal Processo No 0064518-64.2018.8.19.0001/Prisão Preventiva0003526-39.2017.8.19.0045/Prisão Preventiva Distribuído em 17/04/2017