Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Pezão do Alemão
Luciano Martiniano da Silva

  • 1 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP) E Quadrilha ou Bando (Art. 288 - CP) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp)

    2 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), I e II (duas vezes) N/F Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp) E Quadrilha ou Bando (Art. 288 - CP) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp)

    3 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), I e II, oito vezes N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp), Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), I e II C/C Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp), art. 29 oito vezes N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp), os denunciados Luciano

    4 - Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06)

    5 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), incisos I e II E Quadrilha ou Bando (Art. 288 - CP), § único N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp)

    6 - Homicídio Simples (Art. 121, caput - CP)

    7 - Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06)

    8 - Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06), c/c Art. 40, incisos III e IV da mesma Lei

    9 - Quadrilha ou Bando (Art. 288 - CP)

    10 - Art.12 da Lei 6.368/76 - Tráfico; Art.14 da Lei 6.368/76 - Quadrilha
  • CV - Comando Vermelho
  • Chefe do Tráfico
  • Mangueirinha, Juramento, Nova Holanda, Mandela, Jacarezinho, Chatuba
  • 12/08/1976
  • Nº. 105.185.573 - IFP
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Procurado

Histórico

Luciano Martiniano da Silva, o Pezão ou Pé, é o chefe do tráfico de drogas do Complexo do Alemão, e é um dos líderes da facção Comando Vermelho, ainda à solta nas ruas. Ele também possui os apelidos de Luciano Pezão, Amendoim e Lu.

Ele assumiu o controle da favela após receber ordens diretas de Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP e Fernandinho Beira-Mar para matar o antigo chefe, o traficante Antônio de Souza Ferreira o (Tota) em 2008. Tota teria morrido porque não estava mais repassando o dinheiro arrecadado com a venda de drogas, para os líderes do CV, que se encontram presos em diversos presídios estaduais e federais.

Pezão chegou a ser preso em 2005, pelo DRE (Departamento de Repressão a Entorpecentes) da Polícia Civil do Rio de Janeiro quando chefiava a venda de drogas na favela da Grota, comunidade que faz parte do Complexo do Alemão, mas foi solto pela justiça em 2008.

Segundo informações recebidas pelo Disque-Denúncia, após a ocupação do Complexo do Alemão, por forças pacificadoras (policia civil, militar e exército), ele teria ido se refugiar em vários locais sob o domínio de sua facção, como: Mangueirinha, Juramento (parte), Morro da Galinha (Inhaúma), alguns morros e favelas em São Gonçalo e Niterói e Morro do Chapadão.

Conforme informações mais recentes, ele estaria circulando no Morro do Juramentinho em Vicente de Carvalho, Favela da Fazendinha em Inhaúma, Pedra do Sapo em Ramos. Nestes locais estaria promovendo e financiando bailes funks. Ele ainda já teria expulsado diversos moradores e transformado suas casas em pontos de drogas e endolação, e ainda teria assassinado moradores que são contra suas ordens.

Outros traficantes que sempre estão acompanhando ?Pezão? aonde ele vai seriam os criminosos de apelido: ?Motoboy? - da Favela Nova Holanda; MK - seu principal homem de confiança; CK ? fornecedor de drogas para traficantes do Comando Vermelho; TG ? antigo chefe da Fazendinha;

Júlio Baptista Almeida da Silva Barros, apontado erradamente com um estuprador que agia na região, em julho de 2009, foi morto a tiros e seu corpo foi queimado em um local que os traficantes chamam de micro-ondas, envolto em pneus e incendiado com gasolina, para que não fosse encontrado. A autorização para a morte de Júlio partiu do chefe do tráfico na localizada, Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, que também teve a prisão decretada por este crime.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado ainda em liberdade, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram oficial do Portal dos Procurados ? portal.procurados-.

Mandados

Origem Processo expedição
1ª Vara Criminal 0029298-12.2009.8.19.0036 19/04/2018
2ª Vara Criminal 0059902-14.2016.8.19.0002 31/08/2016
1ª Vara Criminal 0028826-22.2014.8.19.0202.0055 03/06/2015
1ª Vara Criminal 0028826-22.2014.8.19.0202.0086 14/07/2015
2ª Vara Criminal - Jacarepaguá Regional 0028597-94.2009.8.19.0203 Distribuído em 30/03/2010
3ª Vara Criminal MD-059378/2010 Distribuído em 09/11/2010
4ª Vara Criminal 0374156-29.2010.8.19.0001 Distribuído em 17/12/2010
Outros 030445/2008 16/05/2008
6ª Vara Criminal 027790/2009 23/06/2009
40ª Vara Criminal - Capital MD-016384/2009 14/04/2009
2ª Vara Criminal 057470/2009 21/09/2009
34ª Vara Criminal/Capital 0209586-60.2009.8.19.0001 17/08/2009
1ª Vara Criminal/Capital 0015076-39.2009.8.19.0036/ Prisão Preventiva 09/08/2010
27ª Vara Criminal MD-036558/2007 03/09/2007
Vara de Execuções Penais - Capital 0479927-64.2008.8.19.0001 01/07/2013