Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Genaro do Guaxa
Geonário Fernandes Pereira Moreno

  • 1 Roubo Qualificado C/c Lesão Corporal Grave (Art. 157, § 3º, 1ª Parte - C. P.), n/f do Art 29 e art 244-B , §2° do ECA
  • TCP - Terceiro Comando Puro
  • Chefe do Tráfico de Drogas
  • Comunidade do Guaxa - Belford Roxo - Baixada Fluminense- RJ
  • 06/06/1983
  • Nº. (I.F.P.) 241.360.445
  • Ilhéus - Bahia
  • Procurado

Histórico

eonário Fernandes Pereira Moreno é ligado a facção TCP ? Terceiro Comando Puro e Chefia os pontos de drogas na região do Guaxa, em Belford Roxo, Baixada Fluminense. Ele faz parte de um grupo que comete furtos de cargas no Arco Metropolitano, na Baixada Fluminense. De acordo com investigações, os bandidos da Pedreira usam o bairro Guandu como base para atacar caminhões nos 71 km de extensão do Arco Metropolitano, que liga Itaguaí a Duque de Caxias, e em trechos das rodovias Presidente Dutra e Washington Luís, sempre por volta das 9h.

Ao longo do ano, o bando foi responsável por mortes. Em fevereiro, três carros com seis vigilantes que escoltavam uma carga de cigarros da Souza Cruz foram interceptados por dois veículos com 11 criminosos armados, que atiraram contra os seguranças. O vigilante Yago Aguiar Santana foi morto. Os criminosos escoltaram o caminhão onde estava a carga roubada.

Recentemente, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da denúncia oferecida pela 7ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal (7ª PIP), obteve, no dia 22/10, decisão favorável na Justiça do pedido de prisão preventiva de seis traficantes de Belford Roxo acusados da morte de um rival, efetivada em 17 de abril de 2018.

De acordo com a denúncia oferecida pelo MPRJ, em investigação realizada pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) da Polícia Civil, Geonário Fernandes Pereira Moreno, vulgo ?Genaro? ou "Genarinho"; Rafael Anjos Gomes; Paulo Alberto da Silva Costa, vulgo ?Pipoca? ou "Falcão"; Darlan Alves da Silva Bezerra, vulgo ?Quatro M?; Weverton dos Santos Moraes, vulgo ?Digalo?; e Michael Pinto de Melo, vulgo "Cachorrinho" ou "Kim", conhecidos criminosos da região, capturaram Pablo Santos da Silva, traficante de uma facção rival, o torturaram e executaram.

?O crime foi praticado por motivo torpe, para demonstrar força e poder na região em razão da disputa pelo domínio territorial para comércio de drogas, e com emprego de tortura, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, uma vez que os denunciados, prevalecendo-se de superioridade numérica e de armas, sem qualquer chance de revide, atacaram a vítima sem que esta pudesse prever o ataque fatal?, diz um trecho da denúncia. Pablo Santos da Silva era líder do tráfico da comunidade Caixa D?água, vinculado à facção Comando Vermelho (CV), e teria planejado uma ofensiva para tomada do território dominado pelo grupo de Geonário, ligado à facção Terceiro Comando Puro (TCP). Informados da presença do rival numa comunidade próxima, em visita a familiares, e em razão da disputa, Geonário ordenou aos comparsas que o capturassem. Com requintes de crueldade, o bando registrou a tortura, execução e esquartejamento de Pablo, e através de fotografias e vídeos compartilharam amplamente o crime nas redes sociais . Há nos autos noticia de que, inclusive, distribuíram partes do corpo da vítima a jacarés, sendo encontrada apenas a cabeça da vítima em um matagal.

Geonário Fernandes Pereira Moreno, líder do tráfico nas comunidades do Guaxa, Machado e Santa Tereza em Belford Roxo, juntamente com Michael, vulgo "Cachorrinho" ou "Kim", gerente do tráfico na comunidade Santa Tereza, foram alvos durante a Operação Soberania desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ) em conjunto com a DHBF em agosto de 2018.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado ainda em liberdade, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram oficial do Portal dos Procurados ? portal.procurados-.

Mandados

Origem Processo expedição
Comarca de Japeri/2ª Vara Processo No 0006689-10.2017.8.19.0083/Prisão Preventiva Distribuído em 07/02/2018