Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Ecko
Wellington da Silva Braga

  • 1 -Organização Criminosa (Lei 12.850/2013), Art. 2º, §§ 2º e 4º, Incisos II e IV
    2 - Homicídio Simples (Art. 121, caput - CP)
    3 - Extorsão (Art. 158 - CP), § 1º, primeira parte, por três vezes; Receptação (Art. 180 - Cp), §§ 1º e 2º; Organização Criminosa (Lei 12.850/2013), Art. 2º, §§ 2º e 4º, II e IV N/F Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp); Receptação (Art. 180 - Cp), §§ 1º e 2º, também N/F Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp)
    4 - Organização Criminosa (Lei 12.850/2013), art. 2º, §2º
    5 - Extorsão (Art. 158 - CP), § 1º , primeira parte, setevezes; Receptação Qualificada (Art. 180, §§ - Cp), §§ 1º e 2º; Posse Ou Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Outros (Art. 16 - Lei 10.826/03), Inciso IV; Organização Criminosa (Lei 12.850/2013), Art. 2º, §§ 2º e 4º, Incisos II e IV N/F Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp)
    6 - Extorsão (Art. 158 - CP); Prisão em flagrante; Associação Criminosa (Art. 288 - Código Penal)
    7 - Associação Criminosa - Art.288 do Cod Penal (Redação Dada Pela Lei 12.850 de 2013)
    8 - Associação Criminosa (Art. 288 - Código Penal), 288 - Caput e § único., Decreto-Lei nº 2.848/1940 (Código Penal)
    9 - Extorsão (Art. 158 - CP), § 1º, parte, três vezes; Receptação Qualificada (Art. 180, §§ - Cp), §§ 1º e 2º, duas vezes; Posse Ou Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Outros (Art. 16 - Lei 10.826/03); Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Permitido (Art. 14 - Lei 10.826/03); Organização Criminosa (Lei 12.850/2013), Art. 2º , §§ 2º e 4º, II e IV N/F Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp)
    10 - Organização Criminosa (Lei 12.850/2013); Crimes de ""Lavagem"" ou Ocultação de Bens, Direitos ou Valores(Art. 1º - Lei 9.613/98); Receptação (Art. 180 - Cp); Concurso Material (Art. 69 - Cp)
  • Milícia Liga da Justiça / TCP (Terceiro Comando Puro)
  • Chefe
  • Zona Oeste do Rio
  • Nº. 325482719/IFP/DETRAN
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Procurado

Histórico

O miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, é considerado atualmente, como líder da milícia denominada Liga da Justiça, que age em várias regiões da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ecko é foragido da Justiça e contra ele há um mandado de prisão pelo crime de homicídio.

A ascensão de Ecko ao comando da liga da justiça, ocorreu por conta da morte de seu irmão Carlos Alexandre Braga, o Carlinhos três pontes em abril de 2017. Ecko é usuário de cocaína e obtém lucro através do tráfico de drogas e extorsões de comerciantes. Segundo investigações da DRACO, o miliciano tem uma aliança com traficantes da facção TCP (terceiro comando puro), coapta ex-traficantes para a sua quadrilha e permite o comércio de entorpecentes na comunidade, contanto que obtenham uma parte do lucro das vendas.

No dia (07/04/2018), uma operação da Delegacia de Homicídios da Baixada (DHBF) prendeu 142 pessoas ligadas à milícia e apreendeu sete menores suspeitos de integrar grupos criminosos que atuam na Zona Oeste do Rio. Os detidos estavam numa festa em um sítio em Santa Cruz, onde a polícia encontrou diversos carros importados, fuzis, granadas e até roupas militares.

Contra Ecko consta um mandado de prisão, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 3° Cartório da 3ª Vara Criminal, processo nº 255262-21.2015.8.19.0001.0004, pelo crime de Homicídio Simples (Art. 121, caput - CP).

De acordo com as investigações, o sítio era usado como um quartel general da milícia. Ecko acabou fugindo, mas quatro seguranças seus morreram para proteger o chefe.

Uma operação da Polícia Civil do RJ e do MP prendeu, na quarta-feira (3/07/2019), seis pessoas suspeitas de movimentar dinheiro do Bonde do Ecko, a maior milícia do estado. Um dos presos é um PM reformado.

A força-tarefa busca ainda Luís Antônio da Silva Braga, conhecido como Zinho. Ele é irmão do miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, apontado como chefe do grupo paramilitar.

Oriundo da Liga da Justiça, o Bonde do Ecko se expandiu da Zona Oeste do Rio para municípios da Região Metropolitana, como Itaguaí, e na Baixada Fluminense.

Tanto Zinho quanto Ecko já eram considerados foragidos de outras operações. Zinho ainda não tinha sido encontrado até as 8h.

A Justiça do RJ autorizou o bloqueio e o sequestro de bens de empresas. A operação também cumpre 11 mandados de busca e apreensão.

O MP afirma que a milícia de Ecko e Zinho lavou o dinheiro de suas atividades criminosas com o auxílio de empresas, como a Macla Extração e Comércio de Saibro Eireli ? EPP e a Hessel Locação de Equipamentos Ltda.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado ainda em liberdade, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram oficial do Portal dos Procurados ? portal.procurados-.

Mandados

Origem Processo expedição
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 3° Cartório da 3ª Vara Criminal Processo No0255262-21.2015.8.19.0001/Prisão Preventiva Distribuído em 15/12/2016
Vara Criminal de Itaguaí Processo No 0007537.77.2017.8.19.0024/Prisão Preventiva Distribuído em 01/08/2018
Comarca da Capital/1ª Vara Criminal Processo No 0037325-81.2017.8.19.0204/Prisão Preventiva Data de expedição: 28/06/2018
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Cartório da 39ª Vara Criminal Processo No0121354-28.2016.8.19.0001/Prisão Preventiva Distribuído em 31/10/2017
Regional de Santa Cruz 1ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0011478-03.2019.8.19.0206.01.0003-12/Prisão Preventiva Data de expedição: 12/06/2019
Comarca de Itaguaí Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0079608-78.2019.8.19.0001.01.0006-07/Prisão Preventiva Data de expedição: 13/06/2019
Comarca de Itaguaí Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0095541-91.2019.8.19.0001.01.0006-10/Prisão Preventiva Data de expedição: 12/06/2019
Comarca da Capital/19ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0049466-91.2019.8.19.0001.01.0002-15/Prisão Preventiva Data de expedição: 29/05/2019
Comarca da Capital 4ª Vara Criminal Inquérito No 0023616-35.2019.8.19.0001 Distribuído em 03/07/2019
Comarca da Capital 1ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0013451-27.2018.8.19.0206.01.0001-22/Prisão Preventiva Data de expedição: 11/02/2019
Comarca de Itaguaí/Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0006325-22.2019.8.19.0001.01.0004-14/Prisão Preventiva Data de expedição: 13/02/2019
Comarca de Itaguaí/Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0220712-92.2018.8.19.0001.01.0009-02/Prisão Preventiva Data de expedição: 11/10/2018