Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Carré de Acari
Jhodson Nascimento de Souza

  • 1 - Homicídio Simples (Art. 121, caput - CP)
  • TCP - Terceiro Comando Puro
  • Assassino de Agente de Segurança
  • São Gonçalo - RJ
  • 20/12/1994
  • Nº IFP - 304.817.364
  • Belo Horizonte - MG
  • Procurado

Histórico

ENVOLVIDO NA MORTE DO CHEFE DE INVESTIGAÇÕES DA DELEGACIA DE COMBATE ÀS DROGAS (DCOD), ELLERY DE RAMOS LEITE.



Jhodson Nascimento de Souza, o Carré, de 24 anos, é o principal suspeito de envolvimento na morte do Chefe de Investigações da Delegacia de Combate as Drogas ? DCOD ? Ellery de Ramos Leite, de 51 anos. Ele foi assassinado, com um tiro na cabeça, na terça (12/06/2018) durante uma operação contra o tráfico de drogas na Favela de Acari, em Acari, Zona Norte do Rio.

Quem tiver informações exatas sobre o criminoso, receberá uma recompensa de R$ 5 mil reais.

Considerada o maior posto de distribuição de entorpecentes do TCP, a Favela de Acari costuma ser alvo de várias operações das polícias Civil e Militar. Investigações apontam que a cocaína e a maconha que chegam à comunidade vêm de outros estados, como São Paulo.

Jhodson já foi preso em 2016, por ser integrante do tráfico, na função de ?radinho?. Foi apurado também que ele possui condenação criminal em março de 2017, confirmada em Segunda Instância, por associação para o tráfico, tendo sido detido na posse de uma pistola calibre .40, carregadores e uma granada. Atualmente, ele seria segurança de uma das lideranças do tráfico de drogas de Acari, Alessander Mesmer Fernandes, o Formigão ou Boateng, de 39 anos. Foi apurado também que os seguranças das lideranças da favela costumam utilizar armas de grosso calibre.

Os outros chefes da região seriam os traficantes Carlos Eduardo Sales Cardoso, o Capilé, de 35 anos, e Roberto Pacheco de Souza, o Traquinas, de 29, gerente geral.

E em decisão exarada pela Justiça, através de pedido da Autoridade Policial da Delegacia de Homicídios da Capital Drº Marcelo Carregosa, foi expedido mandado de prisão, pelo Plantão Judiciário, pelo crime de Homicídio Simples (Art. 121, caput - CP), contra o policial da DCOD.

O agente Ellery foi o terceiro policial civil assassinado este ano no estado.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado ainda em liberdade, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram do Portal dos Procurados ? portal.procurados-.

Todas as denúncias sigilosas sobre o caso serão encaminhadas ao Grupo de Ação Conjunta (GAC) - formado pelo Núcleo de Investigação de Morte de Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (NIMP) e o Grupo de Pronta Resposta da Coordenadoria de Inteligência da PMERJ (GPRI) encarregado do caso e que tem como prioridade prender os envolvidos na morte de agentes de segurança.

Mandados

Origem Processo expedição
Plantão Judiciário Processo Nº 0139079-59.2018.8.19.0001/ Prisão Temporária Distribuído em 14/06/2018