Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Bruno Pelanca
Bruno Souza Silva

  • 1 - Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006), INCISOS IV E VI DA LEI E Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006), INCISOS IV E VI DA LEI 11.343/2006(4X) E Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), INCISOS I E II DO CP(2X) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp), TODOS DA LEI E Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006), IV E VI DA LEI PARA OS DEMAIS RÉUS
    2 - Sequestro e Cárcere Privado (Art. 148 - Cp) C/C Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Concurso Material (Art. 69 - Cp)
    3 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP); Prisão Preventiva Domiciliar/ Medidas Assecuratórias Ou Cautelares/ Ação Penal Ou Investigação Penal
  • TCP - Terceiro Comando Puro
  • Chefe do Tráfico de Drogas
  • Buraco do Boi em Niterói, Vila Gabriela, em Itaboraí- RJ
  • 24/12/1989
  • Nº (I.F.P.) 217.847.383
  • São Gonçalo - RJ
  • Procurado

Histórico

Bruno Souza Silva é ligado a facção Terceiro Comando Puro - TCP - e chefia o tráfico de drogas no Buraco do Boi em Niterói, Vila Gabriela, em Itaboraí.

Segundo informações do Whatsapp dos Procurados (98849-6099), o traficante 3N do TCP, ex-chefe do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, estaria tentado recrutar traficantes do Comando Vermelho ? CV ? que, supostamente, estariam insatisfeitos com os novos rumos que a região tomou depois que ele saiu do comando tráfico, após assassinar o traficante Schumaker, chefe do Jardim Catarina.

Ainda segundo informações, 3N, teria conseguido recrutar o traficante Bruno Souza Silva, o Bruno Pelanca, antigo chefe do Buraco do Boi, em São Gonçalo, controlado pelo CV.
Como ele, Bruno, teria sido expulso do Buraco do Boi, pelo filho de Paulinho Madureira, ele agora espera retomar seus pontos de drogas, agora para a facção TCP, com aval e armas cedidas pelo traficante 3N.

Assim, 3N vai tentando tomar pontos de drogas para sua facção atual, tentar novamente, monopolizar as vendas de drogas na região .

Em 2016, Bruno, suspeito de chefiar o tráfico de drogas da Favela do Buraco do Boi, no Barreto, em Niterói, foi preso durante uma operação conjunta entre policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) e do 12º BPM (Niterói), em Ponta Negra, Maricá.O acusado estava dentro de casa, na Rua 115, quando foi surpreendido pelos militares. No local a polícia encontrou duas munições de calibre 38. Para tentar escapar da prisão, Pelanca ofereceu aos policiais R$ 800, que ele tinha no momento, e R$ 12 mil, que seria pego no Buraco do Boi.

Segundo PMs, Pelanca informou que a casa onde estava havia sido adquirira com dinheiro do tráfico.

Os policiais apreenderam a menor quantia, que ele possuía no momento, e o levaram em flagrante para a 82ª DP (Marica), onde Pelanca foi autuado por corrupção e porte ilegal de munição.

Depois de sair da cadeia, ele voltou a chefia o trafico de drogas no Buraco do Boi,
Referente ao processo Nº do Mandado de Prisão: 0034066-28.2019.8.19.0004.01.0003-21/Prisão Preventiva - Mês de abril de 2019 até o dia 28, no Complexo do Salgueiro, São Gonçalo/RJ, os denunciados, de forma consciente e voluntária, se associaram entre si e com terceiros indivíduos não identificados, para a prática, reiterada ou não, do crime de tráfico ilícito de entorpecentes em área dominada por facção criminosa, valendo-se do emprego de armas de fogo, como meio de intimidação difusa e coletiva, e garantia de perpetuação da atividade ilícita mercantil de drogas. Além disso, ressalta a peça inicial, que por ocasião dos fatos, a vítima caminhava em direção à sua residência no bairro Itaoca, no Complexo do Salgueiro, momento em que foi abordada pelos denunciados, que chegaram ao local a bordo de quatro veículos, sendo um deles um M.Benz, de modelo e placa não anotados, conduzido pelo 2º denunciado, Ricardinho, no interior do qual estavam o 1º denunciado 2N ou 3N, chefe do grupo, além do 3º denunciado Pelanca, do 4º denunciado Grisalho, do 5º denunciado Xandinho e do 9º denunciado Biscole, todos integrantes da tropa de frente do chefe e cada qual portando uma arma de fogo tipo fuzil, além de uma pistola. Os demais denunciados encontravam-se distribuídos nos outros três veículos que participaram da abordagem, e portavam cada qual uma arma de fogo, sendo fuzil ou pistola. Segundo aponta a denúncia, O 1º denunciado 2N ou 3N desembarcou do M.Benz e se dirigiu à vítima, dizendo-lhe ´Coé, comédia...Pegou a mulher do amigo. Coloca a mão pra tomar tiro.´ Ato contínuo, a vítima passou a ser espancada pelos denunciados e o 1º denunciado 2N ou 3N que, impiedosamente, lhe desferiu um tiro com uma pistola, atingindo-o no dorso da mão direita. Na sequência, a vítima foi encapuzada e colocada no porta mala de um dos veículos e levada para um imóvel no interior do Complexo do Salgueiro, lá sendo mantida por 3 dias passando fome e sede e sendo agredida fisicamente pelos denunciados, os quais se revezavam em sua vigilância, circunstâncias em que ouviu teria sua vida ceifada pelo ´Tribunal do tráfico´, sob justificativa de ter desejado a mulher de um dos traficantes o que causou a referida vítima sofrimento físico e moral. Percebendo estar sozinha no cativeiro, no dia 28 de abril, a vítima conseguiu arrombar a porta do cômodo onde era mantida e pulou o muro do imóvel, pondo-se em fuga, sendo socorrida por familiares e levada para o Hospital das Clínicas, nesta comarca. Em sede policial a vítima reconheceu por fotos os denunciados como autores do grupo que o teria agredido. Dessa forma, há justa causa para a deflagração da ação penal, consubstanciada na materialidade delitiva e nos indícios de autoria,

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado ainda em liberdade, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram oficial do Portal dos Procurados ? portal.procurados-

Mandados

Origem Processo expedição
Comarca de Niterói 1ª Vara Criminal Niterói Nº do Mandado de Prisão: 0000617-22.2018.8.19.0002.01.0002-04/Prisão Preventiva Data de expedição: 12/01/2018
Comarca de Niterói/3ª Vara Criminal Processo No 0023356-17.2017.8.19.00042/Prisão Preventiva Distribuído em 16/10/2018
Comarca de São Gonçalo/5ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0034066-28.2019.8.19.0004.01.0003-21/Prisão Preventiva Data de expedição: 18/09/2019
Comarca de São Gonçalo 5ª Vara Criminal Cartório da 5ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0034066-28.2019.8.19.0004.01.0014-26/Espécie de prisão: Preventiva Data de expedição: 24/09/2019