Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Pará
Márcio Mendes Brasil

  • Roubo - Assalto a Mão Armada -

    1 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), incisos I e II, do CP

    2 - Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006), inc. IV
  • ADA - Amigos dos Amigos
  • Integrante do Tráfico de Drogas
  • Curral das Éguas, Vila Vintém e MInha Deusa - Realengo/Padre Miguel
  • 11/05/1971
  • RG Nº. (I.F.P.) 913.316.45
  • Duque de Caxias - RJ
  • Procurado

Histórico

Márcio Mendes Brasil, o Pará ou Parazinho, é ligado a facção Amigos dos Amigos ? A.D.A ? e faz parte do tráfico de drogas nas comunidades Curral das Éguas, Vila Vintém e Minha Deusa em Realengo e Padre Miguel. Ele faz parte da quadrilha comandada por Deise Mara de Souza Rodrigues, a Deise da Vila Vintém.

No dia 29 de agosto, o juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 1ª Vara Criminal de Bangu, decretou a prisão preventiva de dez integrantes de uma mesma facção criminosa. Com base em investigações realizadas pela 33ª DP e a partir de prisões em flagrante, denúncias anônimas e delações de vítimas que apontaram os mentores da criminalidade local, seus vulgos e os graves fatos, agora externados pela inicial acusatória oferecida pelo Ministério Público, foi possível reconstruir por indícios o organograma da facção nas comunidades da Vila Vintém, Curral das Éguas, Nogueira, Minha Deusa, 77 e Conjuntão.
O trabalho de investigação realizado também mostra que as ordens para o planejamento da facção partiam do interior do presídio, especificamente pelo denunciado Celsinho da Vila Vintém, e que as atividades criminosas eram manejadas atualmente por sua esposa Deise Mara de Souza Rodrigues, vulgo Dona Deise, que assumiu o controle da favela.

Os dez denunciados são: Celso Luiz Rodrigues, vulgo Celsinho da Vila Vintém; Deise Mara Rodrigues, vulgo Dona Deise; Rodrigo Pereira dos Santos, vulgo Perigo, Piloto ou Dilico; Alexandre Pereira de Melo, vulgo Piolho; Elyecio Machado da Silva, vulgo Yelho ou Luquinha; Elison Yeira Flores, vulgo Zoio, Mata Rindo ou Slay; Alexandre de Souza Albuquerque, vulgo Nazareno; Fabiano de Moura Leite, vulgo Desenho; Marcio Mendes Brasil, vulgo Pará ou Parazinho e Joilson Gomes dos Santos, vulgo Canelão. Processo n° 00249399220128190204.

Contra Marcio Mendes Brasil, consta pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão ? Polinter ? 3 (três)) mandados de prisão, expedidos pelas seguintes Varas Criminas: 4ª Vara Criminal da Capital ? expedido em 30/03/2012 ? CPB 121 e 1ª Vara Criminal da Regional de Bangu ? expedido em 29/08/2012 e 1ª Vara Criminal Madureira Regional ? expedido em 29/11/2010 ? Lei 11343/6.

Pelo Sistema de Identificação Criminal, constam 3(três) anotações: 41ª DP ? 31/01/2005 ? Artigo 288 e artigo 171, caput C/C artigo 14, II do CP e artigo 297 do CP ? Absolvido ? 31ª Vara Criminal da Capital; 41ª DP ? 03/12/2007 ? artigo 157 do CP e 33ª DP ? 20/01/2010 ? artigos 33 e 35 da Lei 11343/06.

Pelo Sistema de Cadastramento de Ocorrências Policiais: 24ª DP ? 2010 ? Vias de Fato; 24ª DP ? 2010 ? Ameaça e 24ª DP ? 2010 ? Homicídio Provocado por Projétil de Arma de Fogo/Tentativa.

Quem tiver informações sobre qualquer um dos três homens pode denunciar pelo WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados, no número (21) 98849-6099; pelo Disque Denúncia, no telefone (21) 2253-1177 ou aplicativo do órgão; ou por mensagem (inbox) na página do Facebook do Portal dos Procurados, no endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/.

Mandados

Origem Processo expedição
Regional de Bangu/1ª Vara Criminal 0024939-92.2012.8.19.0204 29/08/2012
1ª Vara Criminal de Madureira N/C 29/11/2010 - Lei 11343/06
Regional de Jacarepaguá/1ª Vara Criminal (Jac) 0034723-04.2009.8.19.0203 25/09/2009 - CPB 157