Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Jogador
Ronan Azevedo Bento

  • EVADIDO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO

    1 - Homicido Qualificado (Art 121, & 2º CP) I, IV, V
  • Milícia
  • Integrante da Milícia
  • Gradim, Porto Velho, Porto Novo e Boa Vista, em São Gonçalo.
  • 19/03/1988
  • Nº (I.F.P.) 247.242.464
  • Município não Informado - RJ
  • Foragido do Sistema Penitenci?rio

Histórico

Ronan Azevedo Bento é ligado a um paramilitar de Itaboraí, e faz parte do grupo do miliciano Anderson Cabral Pereira, o Sassa, que atualmente se encontra na Penitenciária Bandeira Stampa, conhecida como Bangu 9, no Complexo de Gericinó.

Ronan estaria envolvido na chacina do Campo da Brahma, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, em maio de 2019. De acordo com as investigações da Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNSGI), Sassa estava em sua galeria quando mandou os outros detentos assistirem televisão e prestarem atenção nas reportagens, porque ele havia ordenado um atentado em um bar em São Gonçalo.

A chacina foi motivada por um desentendimento entre Sassa e uma das vítimas sobreviventes. O escolhido por ele para executar o crime teria sido seu irmão de consideração, Ronan Azevedo Bento, conhecido também como Jogador.

O Ronan é o principal responsável por cumprir as ordens passadas pelo Sassa de dentro da cadeia e, assim, dar continuidade às atividades dessa milícia, segundo investigações da DHNSGI. Além de Ronan, outros criminosos identificados apenas pelos apelidos de Japão, RD e Rato também estariam no carro, no dia da chacina.

A milícia liderada por Sássa atua nos bairros Gradim, Porto Velho, Porto Novo e Boa Vista, em São Gonçalo. De acordo com as investigações da DH de Niterói, a organização criminosa controla a venda de gás da região e cobra taxas pelo serviço ilegal de segurança à comerciantes.

Na disputa com traficantes pelo domínio das atividades criminosas, Sássa teria ordenado que Ronan executasse outra chacina, em julho do ano passado, num ponto de venda de drogas da favela do Crime, no Gradim. Três homens morreram e dois ficaram feridos.

Atualmente, Ronan Azevedo se encontra na condição de Evadido do Sistema Penitenciário. Beneficiado com saída para VISITA PERIODIVA A FAMÍLIA, conforme autorização contida no oficio DPCE N°. 35291/2316/i3N.F de 31/08/2016, saiu para a visita á família no dia 10/10/2016, e não retornou dia 16 11/2016, conforme contido na CI N°. 428 SEAPPC/SD de 17/10/2016, da Penitenciária Plácido Sá de Carvalho.

Contra ele também consta mandado de prisão, expedido pela 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, pelo crime de Homicido Qualificado (Art 121, & 2º CP) I, IV, V, com pedido de Prisão temporária.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização Jogador, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; ou pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, ou pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia.

Mandados

Origem Processo expedição
Comarca de São Gonçalo 4ª Vara Criminal Cartório da 4ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0031076-64.2019.8.19.0004.01.0002-01 Data de expedição: 18/12/2019