Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Cacá
Adriano Marcelino da Cruz

  • 1 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), II, c/c § 2º A,I, por três vezes, na forma do art. 70, todos do CP
    2 - Organização Criminosa (Lei 12.850/2013)
    3 - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP)
  • Integrante do Tráfico de Drogas/Assaltante
  • Rio de Janeiro - RJ
  • 08/03/1979
  • Nº (I.F.P.) 107.204.60-4
  • Procurado

Histórico

Adriano Marcelino da Cruz, o Cacá faz parte de uma quadrilha de roubos na Baixada Fluminense.
Referente ao procersso Nº do Mandado de Prisão: 0192076-34.2009.8.19.0001.01.0001-15/Espécie de prisão: Definitiva, ´No dia 05 de junho de 2000, por volta das 11:00, na Rua J. Carlos nº 148, apt° 101, Jardim Botânico, nesta Comarca, o denunciado, consciente e voluntariamente, em comunhão de ações e desígnios com comparsa, subtraiu, mediante grave ameaça exercida com emprego de faca, a quantia de R$ 40,00 (quarenta reais) e cartões bancários pertencentes da vitima. O denunciado Adriano ingressou na residência da vítima, na companhia do comparsa, sob o pretexto de buscar ferramentas que haviam sido esquecidas durante uma obra realizada no prédio. Adriano trancou a porta do apartamento e, junto com seu comparsa, passou a exigir dinheiro, cartões bancários e as respectivas senhas. Como a vítima dizia não se lembrar das senhas, o denunciado e seu comparsa tiraram suas roupas, a amarraram, amordaçaram e a jogaram no chão do banheiro. Com o intuito de obter a senha, o denunciado e seu comparsa passaram a ferir a vítima com as facas, causando lesões em várias partes de seu corpo. Um vizinho - ao escutar barulhos estranhos vindos do apartamento da vítima, bateu na porta e foi atendido pelo denunciado, que o deixou entrar na residência. Assim, que o vizinho ingressou no local foi agredido a socos por Adriano. A esposa da vitima, que permanecera no corredor do edifício, ao perceber que seu marido estava sendo agredido, começou a gritar por ajuda. Ao ouvir os gritos de socorro, o denunciado e seu comparsa fugiram do local de posse dos bens subtraídos.

Referente ao processo Nº do Mandado de Prisão: 0023762-76.2018.8.19.0077.01.0036-02/Espécie de prisão: Preventiva, Trata-se de Inquérito Policial nº 048-02353/2018 instaurado a partir do desmembramento do Inquérito Policial nº 048-01521/2018 para apuração dos supostos crimes previstos nos artigos 157, §2º, II e 2º-A, I e 180, §1º, todos do Código Penal e artigo 2º da Lei 12.850/13, praticados pelos integrantes da organização criminosa que atua neste município e cidades limítrofes, bem como na Baixada Fluminense e Costa Verde. Ao longo das investigações realizadas no bojo do inquérito desmembrado verificou-se que os alvos - Caminhão - e Anderson, vulgo ´Chupa´, bem como outros comparsas ligados a eles, atuam na prática de roubos a cargas. Foi apurado que ? Chupa -, - Caminhão - e Adriano Marcelino, vulgo ? Cacá - atuam como líderes da quadrilha. Quanto à participação dos demais investigados, foi apurado que ? Gaúcho - recebia informações sobre possíveis roubos, mantendo contato com os demais comparsas para falar sobre as ações criminosas praticadas, tanto durante seu cometimento quanto em sua organização; Eleano atuava na realização dos roubos; - Neném - possui a atribuição de efetuar a guarda dos materiais roubados; Amanda, Johnny, Fabiano e Edmilson, de repassar informações sobre a localização dos caminhões e possíveis alvos; Charles Pereira da Silva de repassar informações privilegiadas na condição de funcionário da transportadora e, vulgo - Betinho - foi identificado como um dos receptadores que compra os produtos roubados pela organização. A autoridade policial então representou pela prorrogação da interceptação em procedimento apartado para continuidade das investigações, dos referidos alvos, bem como, pela interceptação telefônica dos demais números alvos que vêm sendo utilizado para prática dos crimes. Com efeito, analisando o conteúdo das conversas telefônicas transcritas pela autoridade policial, claramente se percebe que os alvos monitorados mantiveram contato entre si, bem como com terceiras pessoas, todas integrantes da organização criminosa, com nítido propósito de orquestrar a prática do crime de roubo de cargas no município de Seropédica e em municípios limítrofes. Os elementos acima destacados fornecem o necessário fumus boni iuris. Há demonstração clara da atuação de um grupo organizado para a prática de roubo de cargas no município de Seropédica e em municípios limítrofes. As diligências até aqui promovidas dão suporte às suspeitas lançadas na representação em exame, autorizando o indiciamento promovido.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do foragido da Justiça, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia.

Mandados

Origem Processo expedição
Comarca de Seropédica 1ª Vara Cartório da 1ª Vara Nº do Mandado de Prisão: 0023762-76.2018.8.19.0077.01.0036-02/Espécie de prisão: Preventiva Data de expedição: 30/09/2019
Comarca de Seropédica 1ª Vara Cartório da 1ª Vara Nº do Mandado de Prisão: 0003157-75.2019.8.19.0077.01.0003-18/Espécie de prisão: Preventiva Data de expedição: 09/08/2019
Comarca da Capital 38ª Vara Criminal Cartório da 38ª Vara Criminal Nº do Mandado de Prisão: 0192076-34.2009.8.19.0001.01.0001-15/Espécie de prisão: Definitiva Data de expedição: 27/04/2018