Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Cachorrão
Jorge Fraga de Oliveira Junior

  • EVADIDO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO

    1 - Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), I
    2 - ART. 157, § 3º, 2ª PARTE, e ART. 129, N/F ART. 73 do CP.
  • TCP - Terceiro Comando Puro
  • Gerente do Tráfico de Drogas
  • Buraco do Boi - São Gonçalo - RJ
  • 24/11/1979
  • Nº. (I.F.P.) 119.168.953
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Foragido do Sistema Penitenciário

Histórico

O traficante Cachorrão teria sido escolhido pela cúpula do TCP para chefiar o tráfico no Barreto. Ele é ligado a facção Terceiro Comandi Puro TCP ? e seria um dos principais aliados de 3N e Grisalho em São Gonçalo

Ele, que é cria do Buraco do Boi, iniciou sua carreira no tráfico do Comando Vermelho. Posteriormente, ele pulou de facção e se aliou ao Amigo dos Amigos (ADA), ficando por alguns anos na Favela do Sabão, no Centro de Niterói.

Há cerca de oito meses, segundo investigações, Cachorrão teria dado um golpe no traficante Celso Vinícius Flores Menezes, o Cabeça, que chefia o Sabão, roubando várias pistolas da comunidade. Ele , em seguida teria se aliado ao TCP, se refugiando no Morro do Santo Cristo, no Fonseca. Agora, ele conseguiu apoio da facção para retomar a Favela do Buraco do Boi para ele.

A disputa entre traficantes do Comando Vermelho (CV) e do Terceiro Comando Puro (TCP) em comunidades da região ganhou novo capítulo, dessa vez no Buraco do Boi, no Barreto, Zona Norte de Niterói. Entre a noite de quarta-feira (8) e a madrugada de quinta (9), criminosos do TCP tentaram retomar o controle da venda de drogas naquela comunidade. A nova invasão teria sido comandada pelo traficante Thomas Jhayson Gomes, o 3N.

Segundo as investigações, 3N teria cedido armas e soldados para o TCP invadir o Morro do Buraco do Boi, há uma semana (no último dia 3). De acordo com testemunhas, na linha de frente da invasão estava Jorge Fraga de Oliveira Júnior, o Cachorrão, um cria do Buraco do Boi que havia pulado de facção.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do assassino ainda em liberdade, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular .