Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Higor
Higor Silva de Assis

  • Capturado


    1 - Latrocínio (Art. 157, § 3º, 2ª parte - CP), II C/C Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), II e §2ª-A, I (5x) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp)
  • Integrante do Tráfico de Drogas
  • Favela do Jacaré - RJ
  • RG Nº 266.745.785
  • Rio de Janeiro - RJ
  • Capturado

Histórico

PRISÃO REALIZADA POR DHBF - 24 DE JUNHO DE 19

Higor Silva de Assis, de 22 anos. Ele foi preso por policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense ?DHBF -, coordenados pelo Delegado Titular Moyses Santana, na tarde desta segunda-feira (24), através de informações passadas ao Disque Denuncia.

Higor, possuí 01 anotação criminal pelo crime previsto no artigo 157, § 3º na forma do artigo 14, II (latrocínio na modalidade tentativa) e foi reconhecido como um dos autores do latrocínio que vitimou o policial militar reformado Dirley José Cordeiro, ocorrido no dia 21 de janeiro deste ano.



ENVOLVIDO NA MORTE DO POLICIAL MILITAR REFORMADO DIRLEY JOSÉ CORDEIRO.


Portal dos Procurados divulga cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital ? DH ? e Grupo de Investigação da PMERJ, com informações que possam levar as prisões de Ruan de Souza Soares, de 22 anos e Higor Silva de Assis, de 22. Eles são principais suspeitos de participação na morte do 3º Sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro Dirley José Cordeiro, de 76 anos. Com eles já são seis identificados e envolvidos na morte do policial militar reformado.

Uma recompensa de R$ 5 mil é oferecida para quem der informações exatas sobre os assassinos do PM.

O agente foi morto com dois tiros no peito, por volta das 8h da quinta-feira (15/03), após tentar impedir um assalto na Rua Buenos Aires, no Centro do Rio. O PM teria tentado render um suspeito, após presenciar o assalto a uma loja do Centro Comercial do Saara. Pessoas que andavam na via o levaram para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele chegou morto na unidade hospitalar.

O 3º SGT Dirley foi nono Agente de Segurança assassinados no Rio em 2019.

Em decisão exarada pela Justiça, a pedido da Autoridade Policial da Delegacia de Homicídios Drº Marcelo Carregosa, foi expedido mandado de prisão contra os suspeitos, pela 31ª Vara Criminal da Capital, sob o nº 0076896-18.2019.8.19.0001.01.0002-09, pelo crime de Latrocínio (Art. 157, § 3º, 2ª parte - CP), II C/C Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), II e §2ª-A, I (5x) N/F Concurso Material (Art. 69 - Cp), com pedido de Prisão Preventiva.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos assassinos, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular - Disque Denúncia - . O Anonimato é garantido.

Todas as informações sigilosas serão encaminhadas para DH/Capital e Grupo de Vitimização de PMERJ, que visam prender envolvidos na morte de Agentes de Segurança no Rio de Janeiro.