Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Gilvanzinho
Gilvan Leite da Silva

  • EVADIDO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO

    Tráfico de Drogas

    Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06)

    Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006)
  • CV - Comando Vermelho
  • Assaltante de Veículos
  • Penha, Vila da Penha, Vicente de Carvalho, Vila Kosmos, Vaz Lobo, Irajá, Madureira e Jacarepaguá
  • 15/04/1982
  • RG Nº. (I.F.P.) 202.855.74 - 8
  • Nova Iguaçu - RJ

Histórico

Gilvan Leite da Silva, o Gilvanzinho, já esteve preso na Cadeia Pública Jorge Santana e foi libertado em 01 de dezembro de 2007, após ser condenado pela 1ª Vara Criminal de Madeureira, pelo artigo 14 da Lei nº 10.826/03 - tráfico de drogas.

Preso novamente em 2013, ele era apontado como o segundo na hierarquia do tráfico do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte,

Atualmente ele se encontra na condição de Evadido do Sistema Penitenciário desde 20/05/2017, do Instituto penal Penal Edgard Costa, quando recebeu o benefício do semiaberto.

Só na DH, ele é suspeito de quatro mortes em 2010: dois PMs, o bombeiro Gílson Monção e o policial federal Leandro Carlos Dionísio. Ele fazia parte da quadrilha de Emerson Ventanpane da Silva, o Mão, morto em 2010.

Só na área da 27ª DP (Vicente de Carvalho) há pelo menos 10 homicídios em que o grupo é o principal suspeito. Há casos, como o do cabo da PM Rinaldo Figueiredo dos Santos, morto em novembro de 2010 em Vista Alegre, que conhecia os bandidos que o mataram. Ele jogava bola nochamado Campo do Grag quando o grupo de Mão o executou.

Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos assassinos, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular - Disque Denúncia - . O Anonimato é garantido.