Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

Léo Barrão
Leonardo Farinazo Pampuri

  • 1 - Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006) E Resistência (Art. 329 - CP), § 1º
  • CV - Comando Vermelho
  • Chefe do Tráfico
  • Mandela e Vila Kennedy
  • 15/08/1975
  • Nº (I.F.P.) 98.650.674
  • Rio de Janeiro
  • Procurado

Histórico

Leonardo Farinazo Pampuri seria ligado à facção Comando Vermelho e estaria gerenciando pontos de drogas em Manguinhos e Vila Kennedy, e atualmente, ele estaria encarregado de expandir os domínios do CV em Teresópolis.

Em março de 2012, a Polícia Civil anunciava com pompa a prisão, ?sem disparar um único tiro?, do terceiro homem mais importante na hierarquia da maior organização criminosa do estado. Mas logo depois, contudo, o Léo Barrão, deixou pela porta da frente a Penitenciária Gabriel Ferreira de Castilho, mais conhecida como Bangu 3, onde ficam os principais chefes da facção.

Após uma sequência de decisões conflitantes de dois juízes da Vara de Execuções Penais (VEP), a defesa do traficante recorreu em segunda instância para ter assegurado o direito ao livramento condicional. Enquanto o Ministério Público do Rio (MP-RJ) ? que, em um primeiro momento, manifestou-se favoravelmente à soltura - corre para tentar colocá-lo de novo atrás das grades, a 21ª DP (Bonsucesso) já investiga, a partir de informações repassadas à delegacia, se Léo Barrão está de volta ao crime,

Após ser solto ele teria voltado para controle do tráfico em suas regiões. E em 29 de maio de 2017, por volta das 16h, na Rua Ivurarema, próximo ao nº 389, Complexo do Alemão, em Inhaúma, nesta cidade, os denunciados entre eles Léo Barrão, consciente e voluntariamente - com a intenção de matar -, em comunhão de ações e desígnios entre si e com outros indivíduos ainda não identificados, efetuaram disparos de armas de fogo contra os policiais militares, quando eles estavam em patrulhamento de rotina na comunidade da Fazendinha.

Segundo o relato de um policial, sua guarnição estava em deslocamento pela Comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, quando, na localidade conhecida como Zona do Medo, ouviram disparos de arma de fogo efetuados por cinco criminosos.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do criminoso, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular - Disque Denúncia - . O Anonimato é garantido.


Mandados

Origem Processo expedição
Comarca da Capital/36ª Vara Criminal Processo No 0175438-42.2017.8.19.0001.01.0002-25/Prisão Preventiva Distribuído em 19/09/2018