Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

AJUDE A POLÍCIA DO RIO. DENUNCIE

PORTAL DOS PROCURADOS PEDE INFORMAÇÕES SOBRE ENVOLVIDO EM UMA MILÍCIA QUE AGE NA GARDÊNIA AZUL.



O Portal dos Procurados divulga nesta sexta-feira, dia 14/06, cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital ? DH ? com informações que possam levar as prisões de Almir Rogério Gomes, de 38 anos; José Inácio de Almeira Vieira, o Pará, de 33; Leonardo Pereira de Oliveira, Leo Milícia, 40; e Marcelo de Mattos da Silva, Pirrinho, de 32. Eles são os principais alvos de uma operação da DH/Capital, para prender pessoas ligadas a uma milícia que atua na Gardênia Azul e na localidade conhecida como Tirol, na Freguesia, ambas regiões de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.

Eles são investigados pela morte de Eliézio Victor dos Santos Lima, de 27 anos, no Dia das Crianças do ano passado. Segundo investigações, na comemoração, a vítima brigou com a mulher durante o evento e os milicianos do grupo de Almir foram repreendê-lo. Eliézio não teria gostado da repreensão e houve um bate-boca com os milicianos. Com isso, Almir, chefe do grupo paramilitar, mandou que Leo Milícia e Pirrinho o matassem. Foi quando se iniciaram as investigações da DH.

Ainda segundo investigações, essa quadrilha, extorque moradores, comerciantes e exploram o comércio ilegal de gás e outras atividades ilícitas.

Após a representação pela Autoridade Policial da DH/Capital, que conduziu as investigações, bem como o parecer favorável do Ministério Público, foi decretada dos acusados, que já são considerados foragidos da Justiça, pelo Juízo da 4ª Vara Criminal da Capital, mandado de prisão sob nº: 0134007-57.2019.8.19.0001, pelo Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP), incisos I e II, c/c §6º, do CP, com pedido de prisão preventiva.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos acusados, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Todas as informações serão encaminhadas à DH/Capital encarregada das investigações e do inquérito criminal.