Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

PRESO PELA SISPEN/SEAP COM INFORMAÇÕES DO DISQUE DENUNCIA

oi desencadeada nesta segunda-feira, dia 06/07, uma operação de Inteligência por Policiais Penais da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário ? SISPEN/SEAP, onde através de Técnicas Operacionais de Inteligência (TOI) e dados produzidos pela Sispen - Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário -, foi possível a localização e prisão de Jonathan Marins de Jesus, vulgo ?JG?, que vinha sendo monitorado pela Inteligência da SEAP a uma semana e foi preso no bairro Amendoeiras, no município de São Gonçalo.

Jonathan foi preso em flagrante duas vezes por envolvimento com tráfico de drogas, no bairro Ampliação no município de Itaboraí, a primeira em 2015 e a segunda em 2017.

Em sua ficha criminal constam 04 (quatro) anotações criminais, sendo 01 (uma) por Tráfico de Drogas (Artigo 33 da Lei 11.343/06), 01 (uma) por Associação para o Tráfico de Drogas (Artigo 35 da Lei 11.343/06), 01 (uma) por colaborar com o Tráfico de Drogas (Artigo 37 da Lei 11.343/06) e 01 (uma) Resistência (Artigo 329 do CP).

Em seu desfavor consta um mandado de prisão condenatória nº 0009229-17.2017.8.19.0023.01.0002-26 da 2ª Vara Criminal da Comarca de Itaboraí, pelo crime de Colaborar C/ Grupo,organização,associação: Destinados À Produção/tráfico Drogas- L.11.343/06, Art.37 C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 - Lei 11.343/2006), inciso VI. 

Jonathan Marins constava na lista de procurados do site do Portal dos Procurados (www.procurados.org.br).

Levado para 76ª DP ? Centro/Niterói foi feito registro da ocorrência nº R.O. n° 076-02880/2020, e depois seguirá para um presídio onde ficará à disposição da Justiça. .

Com esta ação a Inteligência da SEAP chega 30 (trinta) criminosos presos em 2020. A Operação de Inteligência não resultou em qualquer efeito colateral, não havendo a Vitimização de civis inocentes ou Agentes do Estado.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de foragidos da Justiça, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular ? Disque Denúncia e também pelos aplicativos: https://twitter.com/PProcurados, e https://www.instagram.com/portal.dos.procurados, e em todos os casos  O Anonimato é garantido.