Disque Denúncia Procurados

Buscar procurado

AJUDE A POLÍCIA DO RIO. DENUNCIE


A DRACO capitaneou ação de inteligência, na noite do dia ontem, que contou com apoio de policiais da SSINTE e da 2ª DPJM, e tinham por objetivo capturar elementos integrantes da organização criminosa no formato de milícia atuante na região do ANIL e GARDÊNIA AZUL.

A ação visava checar informações que davam conta da realização de uma reunião do grupo miliciano na região do ARATICUM, no Anil. No local, após cerco da região, foram capturados o policial militar da ativa JORGE ROGÉRIO ROGACIANO DA SILVA, lotado no 23º BPM, o policial militar aposentado JOSE NILSON ROGACIANO PEREIRA, vulgo ?NILSON PARAÍBA?, os nacionais LUCIANO SILVA DOS SANTOS, GILBERTO GOMES DOS ANJOS e o foragido da justiça LEONARDO PEREIRA DE OLIVEIRA, vulgo ?LEO MILÍCIA?, um dos procurados do Disque Denuncia.

As informações davam conta de que tais elementos seriam integrantes da milícia local, e na ação forma arrecadadas 03 (três pistolas), 01 revólver e 01 espingarda calibre .12.

Os flagrados vão responder por crimes de porte de arma de fogo e milícia privada.

Na ação restou, ainda, capturado, ainda, o miliciano ?LEO MILÍCIA? , descrito como sendo o nacional LEONARDO PEREIRA DE OLIVEIRA, que se encontrava foragido, por ostentar mandado de prisão pelo crime de homicídio, havendo, inclusive, recompensa oferecido pelo Portal dos Procurados.

O policial militar JOSÉ NILSON ROGACIANO PEREIRA, mais conhecido como Nilson Paraíba, em meados de 2009, foi acusado de integrar o segundo escalão da milícia da Gardênia Azul, de Jacarepaguá. Seu nome consta da relação de 218 indiciados por envolvimento com milícias presente no relatório final da CPI das Milícias da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj).

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do foragido da Justiça, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia.