Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Garcia do Vidigal
Neversino de Jesus Garcia
Recompensa:
R$ 1 Mil
Nascimento:
16/09/1978
RG:
RG Nº. (I.F.P.) 107.467.094
Natural:
Rio de Janeiro - RJ
Situação:
Procurado
Crimes:
Tráfico de Drogas Homicídio

1 - Homicídio Simples Crime Tentado Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins Crimes do Sistema Nacional de Armas
Facção:
Comando Vermelho - CV
Função:
Gerente Geral
Área de Atuação:
Favela do Dique e Complexo do Lins - RJ
Histórico:
Nervesino de Jesus Garcia, o Garcia da Rocinha é ligado à facção Comando Vermelho – e faz parte do tráfico de drogas que agia na Favela da Rocinha e Vidigal, zona sul do Rio de Janeiro, ante delas se tornarem parte da facção criminosa Amigos dos Amigos – ADA -.

Em 2004, cinco suspeitos de serem comparsas do traficante Eduíno Eustáquio de Araújo Filho, o Dudu da Rocinha. Quatro deles foram presos em uma fábrica desativada da Skol, próximo à favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão. Neversino de Jesus Garcia, gerente da Favela do Vidigal – foi encontrado com outros dois homens em Jacarepaguá. Neversino seria ligado ao traficante Patrick de Souza Martins, o Patrick Vidigal, e teria dado guarida ao bando de Dudu antes da invasão.

Ele também fez parte do grupo que fechou a Avenida Niemeyer em 2004, aterrorizou motoristas e matou a tiros a mineira Telma Veloso.

Contra Neversino de Jesus Garcia, consta pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão – Polinter – 2 (dois) mandados de prisão, expedidos pelas seguintes Varas Criminais: 26ª Vara Criminal da Capital, expedido em 11/05/2010 e VEP – Vara de Execuções Penais – expedido em 01/12/2010.

Pelo Sistema de identificação Criminal, constam 4 (quatro) anotações: DAS – 21/11/1997 – artigo 12 C/C artigo 18, INC, III da Lei 6368/76, artigo 10 da Lei 9437/76 e artigo 307 NF do 69 do CP – Absolvido – 19ª Vara Criminal da Capital; DER – 18/04/2004 – artigo 16 P único III da Lei 10826 e artigo 14 da Lei 6368/76 – Condenando a pena de 3 anos e 50 dias em regime fechado – 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá/RJ; 13ª DP – 2009 – artigo 33 e35 C/C artigo 40, IV e VI da Lei 11343/06 e 38ª DP – 18/04/2011 – artigo 16 , § único III da Lei 10826/03, artigo 14 da Lei 6368/76, NF artigo 69 do CP.

Pelo Sistema de Identificação Penitenciária, consta que o procurado, já teve passagem pelo Sistema Carcerário. Ele ingressou em 30/04/1998 – indo cumprir pena na Penitenciaria Dr Serrano Neves, - SEAPSN – saindo em liberdade em 09/10/2000. Ingressou novamente em 13/08/2004, Cadeia Pública Jorge Santana – SEAPJS - , saindo em liberdade em 07/11/2007 – Instituto Penal Benjamim de Moraes Filho – SEAPBM -. Reingressou em 20/04/2011 – Presídio Ary Franco – SEAPAF – saindo novamente em liberdade em 29/05/2012 – Instituto Penal Vicente Piragibe – SEAPVP -.


Processo nº: 0370818-81.2009.8.19.0001
Tipo do Movimento: Publicação de Edital
Descrição: EDITAL DE CITAÇÃO (Com o prazo de 15 dias) O MM. Juiz de Direito, Dr.(a) Rodrigo Jose Meano Brito - Juiz em Exercício do Cartório da 26ª Vara Criminal da Comarca da Capital, Estado do Rio de Janeiro, FAZ SABER que o Promotor de Justiça Titular deste juízo, denunciou o nacional Neversino de Jesus Garcia - Nacionalidade Brasileira - Naturalidade: Rio de Janeiro - RJ - Data de Nascimento: 16/09/1978 Idade: 31 - Filiação: Pai - Neversino Pereira Garcia Mãe - Rosedete Maria Ferreira de Jesus- IFP/DETRAN: 10.746.709-4 Emissor: IFP/DETRAN - Endereço não informado, acusado nos autos de nº 0370818-81.2009.8.19.0001, oriundo do Inquérito, nº 4943/09 de 25/11/2009, da 13ª Delegacia Policial, como incurso no(a) Ação Penal - Procedimento Ordinário - Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06); Associação Para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06), Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06). Como não tenha sido possível citá-lo(a) pessoalmente, por se encontrar em local incerto e não sabido, pelo presente edital, cita referido(a) denunciado(a) para responder aos termos da ação penal, por escrito, no prazo de dez dias onde poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interessa à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrl„ar testemujhas,0Não apresehtadbØa resposta$no r²azo legal, ou p o(a) acusado(cÙ citado(a). não constituir defeÖsor, o juiz nomeará defensor público para oferecê-la, neste caso serão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional nos termos do art. 366 do CPP. E para que chegue ao conhecimento de todos e do referido acusado, foi expedido o presente edital. Rio de Janeiro, 03 de agosto de 2010. Eu, ______________ Sonia Regina Melo Franca - Escrivão - Matr. 01/5575, o subscrevo. Rodrigo Jose Meano Brito - Juiz em Exercício

(Atualizado em 01/03/2013)
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 1° Cartório da 1ª Vara Criminal Município: Belford Roxo
195671-94.2016.8.19.0001.0004
27/06/2016
1