Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Aline Popozuda
Aline de Oliveira Braga
Nascimento:
15/03/1983
RG:
RG - nº - 127.337.15-2/IFP
Natural:
Rio de Janeiro - RJ
Situação:
Capturado
Crimes:
Capturados/UPP

Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06) E Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06)

Posse Ou Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Outros (Art. 16 - Lei 10.826/03); Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06)
Facção:
A.D.A - Amigos dos Amigos
Função:
Segurança do chefe do tráfico - Coelho -
Área de Atuação:
Morro do São Carlos
Histórico:
Informações passadas ao Disque-Denúncia

Prisão realizada por: Policia - UPP do São Carlos -

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do São Carlos, na Zona Norte, prenderam na tarde desta quarta-feira, Aline de Oliveira Braga, conhecida como Aline Popozuda, acusada de ser segurança do chefe do tráfico Anderson Rosa Mendonça, o Coelho. Ela era foragida do Sistema Penitenciário e tinha quatro mandados de prisão expedidos, por tráfico, associação ao tráfico e porte ilegal de armas.

Aline foi presa por volta de 16h30, segundo informações da assessoria de imprensa das UPPs. Ela estava em casa e não resistiu ao receber voz de prisão. Os policiais chegaram a acusada após receber informação do Disque Denúncia. Para pistas que levassem à sua captura havia recompensa de R$ 1 mil.

Ela foi encaminhada para a 6ª DP (Cidade Nova).

Jornal O Dia - 18/01/2012

Histórico:

Aline de Oliveira Braga, vulgo Aline Popozuda, integrante da facção Amigo dos Amigos – ADA, atuava como soldado e segurança pessoal de Anderson Rosa Mendonça, o vulgo Coelho, preso na ocupação por forças policiais na Favela da Rocinha, além de controlar os pontos de vendas de drogas no Complexo do São Carlos.

Em 2003 foi condenada no artigo 121 – homicídio – c/c artigo 14 do Código Penal, onde foi condenada a 04 anos e 08 meses de reclusão em regime fechado. Também foi condenada a 03 anos de reclusão no artigo 65 do CP e também no artigo 14 – associação para o tráfico de drogas – a 04 anos e 06 meses de reclusão. Em 2004 foi condenada a 07 anos de prisão no artigo 121, ingressando no mesmo ano no sistema penitenciário, indo cumprir pena na Cadeia Pública de Magé.

Em julho de 2007, recebeu um benefício concedido pela Justiça, e foi transferida para Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, de onde saiu em fevereiro de 2008 e nunca mais retornou.

Em setembro de 2009, agentes da polícia civil ocuparam o Complexo do São Carlos, para cumprir três mandados de prisão, e entre eles estava o de Aline Popozuda, apontada como gerente das bocas de fumo na época. Mesmo com o cerco, ela não foi encontrada pelos policiais.
Em maio de 2011, o Complexo do São Carlos, foi ocupado pelas forças policiais e desde então Aline é vista em diversas comunidades comandadas pela Facção Amigo dos Amigos.

O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil reais por sua captura. (Atualizado em 18/01/2012)


0005138-91.2010.8.19.0001

Tipo do Movimento:
Publicação de Edital
Descrição:
EDITAL DE CITAÇÃO (Com o prazo de 15 dias) O MM. Juiz de Direito, Dr.(a) Mario Henrique Mazza - Juiz Titular do Cartório da 32ª Vara Criminal da Comarca da Capital, Estado do Rio de Janeiro, FAZ SABER que o Promotor de Justiça Titular deste juízo, denunciou o nacional Aline de Oliveira Braga - Alcunha: Popozuda - Nacionalidade Brasileira - RJ - Profissão: Desempregado - Estado Civil: Solteiro - Data de Nascimento: 15/03/1983 Idade: 27 - acusado nos autos de nº 0005138-91.2010.8.19.0001, oriundo do Registro de Ocorrência, nº 1262/09 de 11/03/2009, da 6ª Delegacia Policial, como incurso no(a) Ação Penal - Procedimento Ordinário - Posse Ou Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Outros (Art. 16 - Lei 10.826/03); Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06), Posse Ou Porte Ilegal de Arma de Fogo de Uso Restrito e Outros (Art. 16 - Lei 10.826/03) E Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06). Como não tenha sido possível citá-lo(a) e nem notificá-lo(a) pessoalmente, por se encontrar em local incerto e não sabido, pelo presente edital, cita e notifica o(a) referido(a) denunciado(a) para responder aos termos da ação penal, por escrito, no prazo de 10 dias onde poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interessa à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas. Não apresentada a resposta no prazo legal, ou se o(a) acusado(a) citado(a), não constituir defensor, o juiz nomeará defensor público para oferecê-la, neste caso serão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional nos termos do art. 366 do CPP. E para que chegue ao conhecimento de todos e do referido acusado, foi expedido o presente edital. Rio de Janeiro, 01 de julho de 2010. - Juiz Titular – Fonte: Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro – Julho de 2010.
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
40ª Vara Criminal / Capital
2008.001.175944-0
10/07/2008
VEP/RJ - Vara de Execuções Penais
2006/11421-9
16/06/2008
32ª Vara Criminal/Capital
0005138-91.2010.8.19.0001
11/01/2010
VEP/RJ - Vara de Execuções Penais
2006/07674-9 - CPB 121
16/06/2008
1