Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Cebolão
Diego da Cruz de Sá
Nascimento:
13/12/1986
RG:
RG Nº. (I.F.P.) 204.367.45 - 2
Natural:
Rio de Janeiro - RJ
Situação:
Capturado
Crimes:
Capturados/UPP

Evadido do Sistema Penitenciário

1 - Art. 16, § único, inciso III da Lei 10.826/03 - Possuir artefato explosivo sem autorização...Assunto: Crimes do Sistema Nacional de Armas - Lei 10.826/03
Facção:
Comando Vermelho - CV
Função:
Gerente de Ponto - Localidade de Indiana
Área de Atuação:
Morro do Borel - Tijuca/RJ
Histórico:
Prisão realizada por UPP/Borel - 20/01/2012

Policiais da UPP do Borel, na Tijuca, prenderam Diego da Cruz de Sá, vulgo Cebolão, de 27 anos, um dos gerentes do tráfico do local. DDe acordo com um dos soltados da UPP do Borel, Diego foi pego em casa, e não resistiu à prisão.

Histórico:

Diego da Cruz de Sá é ligado a facção Comando Vermelho e fazia parte do tráfico de drogas que agia no Morro do Borel.

No dia 08 de janeiro de 2008, por volta das 09:40 hs, policiais militares após denúncia anônima prenderam, na comunidade da Indiana, na Tijuca, o denunciado de posse de um artefato explosivo de fabricação industrial. A ação delituosa se desenvolveu da seguinte maneira: os policiais receberam por meio de um telefonema anônimo, a notícia de que o denunciado, que é gerente do tráfico de drogas na localidade, encontrava-se em um barraco de cor amarela situado à rua Paul Underberg, s/n, Tijuca. No momento da prisão assumiu ser gerente do tráfico de drogas do local e também ser a granada encontrada de sua propriedade. O crime restou consumado eis que o denunciado foi preso em flagrante de posse do referido artefato.´ A denúncia de fls. 02/02A, devidamente recebida (fls. 32), veio acompanhada do respectivo auto de prisão em flagrante, onde se destacam as seguintes peças técnicas: (I) auto de apreensão às fls. 03/06; (II) despacho de flagrante exarado pela autoridade policial à fls. 09; (III) auto de prisão em flagrante às fls. 10/11; (IV) registro de ocorrência fls. 12/13; (V) guia de recolhimento de preso à fls. 19; (VI) relatório de vida pregressa à fls. 25; (VII) nota de culpa à fls. 26; (VIII) Comunicado ao Juiz acerca da prisão em flagrante à fls. 30. No curso da instrução o acusado foi interrogado, oportunidade em que, conforme termos de fls. 39/40, aduziu, sucintamente, não serem verdadeiros os fatos narrados na denúncia, sendo que o objeto apreendido pela autoridade policial jamais estivera em sua casa; que estava em casa com sua esposa e filhos no momento da revista pelos policiais; que o explosivo apenas foi trazido pelos policiais após o denunciado se encontrar na delegacia; que não conhece os policiais que lhe prenderam; que nunca teve envolvimento com tráfico de drogas, bem como nunca foi preso nem processado.

Contra Diego da Cruz de Sá, consta pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão – Polinter – 2 (dois) mandados de prisão, expedidos pelas seguintes Varas Criminais: VEP – Vara de Execuções Penais – expedido em 08/01/2012 e 9ª Vara Criminal da Capital – expedido em 30/10/2009 – Lei 9296/69 – 10.

Pelo Sistema de Identificação Criminal, constam 2 (duas) anotações: 19ª DP – 26/02/2008 – artigo 33 da Lei 11343/06 e artigo 35 da Lei 11343/06 e 19ª DP – 08/01/2007 – artigo 16 parágrafo único III da Lei 10826/06 – Condenando a pena de 3 anos - 14ª Vara Criminal da Capital.

Pelo Sistema de Identificação penitenciária, consta que o apenado Diego da Cruz de Sá, encontra-se na condição de Evadido do Sistema Penitenciário. Ele ingressou em 01/02/2008 – Cadeia Pública Paulo Roberto Rocha – SEAPPR – saindo em liberdade em 28/05/2008. Reingressou em 29/10/2010 – Carceragem Nucop Base Grajaú – SSPGR - . Em 21/09/2011 – foi transferido para Casa do Albergado Coronel PM Francisco Spargolli – SEAPFS - . Depois desta transferência ocorrem diversas evasões e reingressos, até 04/04/2012, data da ultima evasão. Desde então não mais retornou a sua unidade prisional.

No Sistema de Cadastramento de Ocorrências Policiais: 19ª DP – 2010 – Associação para o tráfico de drogas (Lei 11343/06); 19ª DP – 2010 – Tráfico de Drogas; 19ª DP – 2009 – Apreensão; 19ª DP – 2009 – Tráfico de Entorpecentes e 19ª DP – 2009 – Associação para o tráfico de drogas.



Processos

Serventia: CAPITAL VARA DE EXEC PENAIS
Nº Processo: 0475482-03.2008.8.19.0001 (2008/09552-3)
Classe CNJ: Execução da Pena


Movimentos

Data: 19/10/2012
Origem: CENTRAL DE DILIGENCIAS
Destino: SVP3 / FINAL 5
Prateleira: 6
Assunto: ENCAMINHAMENTO DE CES
Obs: 0475482-03.2008.8.19.0001

Data: 17/10/2012
Origem: DR. CARLOS EDUARDO C. DE FIGUEIREDO
Destino: CENTRAL DE DILIGENCIAS
Assunto: MANDADO DE PRISÃO ASSINADO
Obs: Documento assinado.
Tipo de Ato: Assinatura

Data: 17/10/2012
Origem: CENTRAL DE DILIGENCIAS
Destino: DR. CARLOS EDUARDO C. DE FIGUEIREDO
Assunto: ASSINAR MANDADO DE PRISÃO
Obs: Assinatura de documento.

(Atualizado em 13/11/2012)
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
VEP - Vara de Execuções Penais
0475482-03.2008.8.19.0001 (2008/09552-3)
08/10/2012 - 12 a 18
Comarca da Capital /9ª Vara Criminal
Lei 9296/096
30/10/2009
1