Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Retrato Falado
Assassino de escriturária
Situação:
Procurado
Crimes:
Homicídio
Área de Atuação:
Arraial do Cabo
Histórico:
Prisão realizada por 132ª DP - 29/03/2012

Dois espanhóis, técnicos em engenharia, foram presos na quinta-feira acusados do assassinato da escriturária Denise Moraes de Carvalho, de 31 anos, ocorrido na terça-feira de carnaval em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos. Denise foi espancada até a morte durante uma tentativa de estupro. Os estrangeiros trabalham numa empresa espanhola que presta serviços no Porto do Forno, em Arraial, onde estão sendo construídas estruturas para o Porto do Açu, em São João da Barra. Também está presa uma garçonete que assistiu ao espancamento. Os três têm mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça.

Segundo a delegada titular da 132ª DP (Arraial do Cabo), Cláudia Faissal, a vítima era funcionária pública do estado, morava em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e passava o carnaval em Arraial. Os acusados, Pedro Manoel Gomes Lozzano e Pedro Luiz Toríbio, teriam abordado a vítima num cruzamento, alegando que precisavam de informações.

Segundo investigações, ela teria sido forçada a entrar no carro, onde estaria escondida Jaqueline do Carmo, de 21 anos. O objetivo dos dois homens era fazer sexo grupal. Denise não teria consentido e foi morta por espancamento. O corpo foi encontrado atrás de uma escola na Praia do Pontal, em Arraial.

Histórico:

Disque Denúncia oferece recompensa por informações sobre suspeito do assassinato de escriturária

O Disque-Denúncia está lançando cartaz com o retrato-falado e com recompensa de R$ 2 mil, por informações que levem a captura do suspeito de assassinar a escriturária Denise Moraes Carvalho. Ela desapareceu na terça-feira de Carnaval, por volta das 22h, em Arraial do Cabo. Denise foi encontrada morta, no mesmo dia, com marcas de espancamento e enforcamento, em um terreno que fica nos fundos de uma escola, no bairro Pontal.


Segundo testemunhas, no momento do desaparecimento, amigos da vítima atravessavam um cruzamento e Denise ficou pra trás para dar informações a um desconhecido. Quando perceberam, a vítima já havia desaparecido.

Quem tiver informações que ajudem no esclarecimento deste caso, ligue para o Disque-Denúncia (21) 2253-1177 e 0300 253 1177 (para ligações feitas do interior do estado - custo de ligação local). O anonimato é garantido. Acesse www.procurados.org.br




1