Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
RG
Regis Eduardo Batista
Nascimento:
23/08/1987
RG:
Não Informado
Natural:
Rio de Janeiro - RJ
Situação:
Capturado
Crimes:
Capturado

Tráfico de Drogas Roubo - Assalto a Mão Armada

Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06)

Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), Inciso I e II
Facção:
Comando Vermelho
Função:
Assaltante de Veículos
Área de Atuação:
Penha, Vila da Penha, Vicente de Carvalho, Vila Kosmos, Vaz Lobo, Irajá, Madureira e Jacarepaguá
Histórico:
Prisão realizada por DH - Divisão de Homicídios - 27/07/12


Policiais da Divisão de Homicídio (DH/Capital) prenderam, na madrugada desta quinta-feira (26) o traficante Regis Eduardo Batista, o “RG”. O criminoso foi localizado no Morro do Chapadão, em Costa Barros. Ele é um dos homens de confianças do traficante Luís Fernando Nascimento Ferreira, o "Nando Bacalhau", líder do tráfico daquela localidade.

Régis possui 27 mandados de prisão por vários crimes, entre eles homicídio, roubo e tráfico de drogas e é apontado como integrante de uma quadrilha de ladrões de carros.

Histórico:

Regis Eduardo Batista, vulgo “RG” ou “Regis” , traficante ligado a facção Comando Vermelho, estaria atualmente se escondendo no Morro do Chapadão em Costa Barros e seria um dos segurança do traficante Luis Fernando Nascimento Ferreira, o "Nando Bacalhau" chefe do tráfico de drogas da localidade. Ele também teria criado o "Bonde do Regis" e parte do roubos de carros na região seriam efetuados pela sua quadrilha.

Em agosto de 2009, a 25ª Vara Criminal do Rio de Janeiro decretou prisão preventiva para 23 acusados de tráfico de drogas nas comunidades que formam o chamado Complexo do Alemão: Vila Cruzeiro, Chatuba, Merindiba, Morros da Fé, Morro do Sereno e da Caixa D’Água. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado, todos eles estariam envolvidos na formação de quadrilha para venda de cocaína, maconha, êxtase e crack. Entre os envolvidos está Regis Eduardo Batista.

Integrava um dos grupos de assaltantes de carros e cargas mais violentos do Rio, chamado de “Bonde do Mão” ou “Bonde do 157. É também investigado por participar na morte de cinco policiais militares.

Possui varias citações e mandados de prisão em diversos processos nos artigo por tráfico de drogas e roubo majorado, segue citações e mandados :

Processo nº:
0450456-32.2010.8.19.0001
Tipo do Movimento:
Publicação de Edital
Descrição: Tráfico de Drogas
EDITAL DE CITAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Com o prazo de 15 dias) O MM. Juiz de Direito, Dr.(a) Ana Luiza Coimbra Mayon Nogueira - Juiz Titular do Central de Assessoramento Criminal - Cac - 21ª Vara Criminal da Comarca da Capital, Estado do Rio de Janeiro, FAZ SABER que o Promotor de Justiça Titular deste juízo, denunciou o nacional Regis Eduardo Batista - Nacionalidade Brasileira - RJ - Estado Civil: Solteiro - Data de Nascimento: 23/09/1980 Idade: 31 -, acusado nos autos de nº 0450456-32.2010.8.19.0001, oriundo do Inquérito, nº 383/10 de 27/07/2010, da 6ª Delegacia Policial, como incurso no(a) Procedimento Especial da Lei Antitóxicos - Criminal (Lei 11.343/06) - Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 - Lei 11.343/06), . Como não tenha sido possível citá-lo(a) e nem notificá-lo(a) pessoalmente, por se encontrar em local incerto e não sabido, pelo presente edital, cita e notifica o(a) referido(a) acusado(a) para responder aos termos da ação penal, por escrito, no prazo de dez (10) dias onde poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interessa à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas. Não apresentada a resposta no prazo legal, ou se o(a) acusado(a) citado(a), não constituir defensor, o juiz nomeará defensor público para oferecê-la. O prazo começará a fluir a partir do comparecimento pessoal do acusado(a) ou do defensor constituído (art. 396, CPP). O processo seguirá sem a presença do(a) acusado(a) que citado(a), deixar de comparecer sem motivos justificados (art. 367 do CPP). E para que chegue ao conhecimento de todos e do referido acusado(a), foi expedido o presente edital. Rio de Janeiro, 07 de dezembro de 2011. Eu,

Processo nº:
0019658-35.2010.8.19.0202
Tipo do Movimento:
Publicação de Edital
Descrição: Roubo Majorado
EDITAL DE CITAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Com o prazo de 15 dias) O MM. Juiz de Direito, Dr.(a) Marcelo Oliveira da Silva - Juiz Titular do Cartório da 2ª Vara Criminal da Regional de Madureira, Estado do Rio de Janeiro, FAZ SABER que o Promotor de Justiça Titular deste juízo, denunciou o nacional Regis Eduardo Batista - Data de Nascimento: 23/09/1987 Idade: 23 - Filiação: Endereço: Rua Manoel Matos, nº S/Nº Morro da Fé - Rio de Janeiro - RJ, acusado nos autos de nº 0019658-35.2010.8.19.0202, oriundo do Inquérito, nº 467/2010 de 21/06/2010, da 27ª Delegacia Policial, como incurso no(a) Ação Penal - Procedimento Ordinário - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), Inciso I e II, . Como não tenha sido possível citá-lo(a) e nem notificá-lo(a) pessoalmente, por se encontrar em local incerto e não sabido, pelo presente edital, cita e notifica o(a) referido(a) acusado(a) para responder aos termos da ação penal, por escrito, no prazo de dez (10) dias onde poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interessa à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas. Não apresentada a resposta no prazo legal, ou se o(a) acusado(a) citado(a), não constituir defensor, o juiz nomeará defensor público para oferecê-la. O prazo começará a fluir a partir do comparecimento pessoal do acusado(a) ou do defensor constituído (art. 396, CPP). O processo seguirá sem a presença do(a) acusado(a) que citado(a), deixar de comparecer sem motivos justificados (art. 367 do CPP). E para que chegue ao conhecimento de todos e do referido acusado(a), foi expedido o presente edital. Rio de Janeiro, 30 de agosto de 2011. Eu, ______________ Maria Angelica Mattos Bayma Lima - Escrivão - Matr. 01/5957, o subscrevo. Marcelo Oliveira da Silva - Juiz Titular

Processo nº:
0030804-73.2010.8.19.0202
Tipo do Movimento:
Publicação de Edital
Descrição: Roubo Majorado
EDITAL DE CITAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Com o prazo de 15 dias) O MM. Juiz de Direito, Dr.(a) Marcelo Oliveira da Silva - Juiz Titular do Cartório da 2ª Vara Criminal da Regional de Madureira, Estado do Rio de Janeiro, FAZ SABER que o Promotor de Justiça Titular deste juízo, denunciou o nacional Regis Eduardo Batista - Data de Nascimento: 23/09/1980 Idade: 30 - Filiação: acusado nos autos de nº 0030804-73.2010.8.19.0202, oriundo do Inquérito, nº 601/10 de 18/08/2010, da 27ª Delegacia Policial, como incurso no(a) Ação Penal - Procedimento Ordinário - Roubo Majorado (Art. 157, § 2º - CP), inciso I e II, . Como não tenha sido possível citá-lo(a) e nem notificá-lo(a) pessoalmente, por se encontrar em local incerto e não sabido, pelo presente edital, cita e notifica o(a) referido(a) acusado(a) para responder aos termos da ação penal, por escrito, no prazo de dez (10) dias onde poderá arguir preliminares e alegar tudo o que interessa à sua defesa, oferecer documentos e justificações, especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas. Não apresentada a resposta no prazo legal, ou se o(a) acusado(a) citado(a), não constituir defensor, o juiz nomeará defensor público para oferecê-la. O prazo começará a fluir a partir do comparecimento pessoal do acusado(a) ou do defensor constituído (art. 396, CPP). O processo seguirá sem a presença do(a) acusado(a) que citado(a), deixar de comparecer sem motivos justificados (art. 367 do CPP). E para que chegue ao conhecimento de todos e do referido acusado(a), foi expedido o presente edital. Rio de Janeiro, 07 de abril de 2011. Eu, ______________ Maria Angelica Mattos B. Lima - Escrivão - Matr. 01/05957, o subscrevo. Marcelo Oliveira da Silva - Juiz Titular


Processo nº:
0019658-35.2010.8.19.0202
Tipo do Movimento:
Decisão : Mandado de Prisão
Descrição:
1 - Recebo a denúncia, já que presentes, na hipótese, os requisitos dos arts. 41 e 395, a contrario sensu, ambos do CPP. Com efeito, a inicial acusatória descreve adequadamente a conduta delituosa atribuída ao agente e encontra elementos indicativos de autoria e materialidade nos autos do inquérito policial que a instrui; Defiro as diligências requeridas na quota ministerial. Oficie-se requisitando os documentos e, em seguida, junte-se aos autos; Determino que sejam promovidas IMEDIATAMENTE a citação e a intimação do acusado para que, em atenção à norma do art. 396 do CPP, ofereça sua defesa escrita no prazo de 10 (dez) dias. Requisite-se. Faça-se constar do mandado a advertência de que em sua resposta o acusado poderá argüir preliminares e alegar tudo que interesse à sua defesa, inclusive oferecer documentos e justificações, devendo especificar as provas pretendidas e arrolar testemunhas, qualificando-as e requerendo sua intimação quando necessário. Comunique-se ainda que se a resposta não for apresentada no prazo legal, será nomeado ao acusado defensor público para oferecê-la. Transcorrido in albis o prazo acima assinalado, dê-se vista à DP. A AIJ será marcada quando da apreciação da defesa inicial escrita, caso não haja absolvição sumária. Ciência ao MP. 2 - Consta dos autos do inquérito policial que o réu praticou o delito de roubo duplamente qualificado em que foi vítima Luciana da Silva Picorelli, tendo sido reconhecido através de fotografia, fls. 12. Às fls. 24/25 foi decretada a prisão temporária do indiciado, mantendo-se os requisitos para a decretação da prisão preventiva. O crime, ocorrido em local público, foi praticado mediante grave ameaça com emprego de arma de fogo e na companhia de outros meliantes, o que demonstra a periculosidade do réu. Consta nos autos informação de que o veículo roubado da vítima foi encontrado queimado e com um corpo carbonizado na mala. Até a presente data o réu não foi encontrado, o que demonstra que em caso de uma futura condenação, haverá risco na aplicação da lei penal. A vítima do roubo ainda não foi ouvida nos autos, o que poderá acarretar grande constrangimento, caso a liberdade provisória do réu seja deferida. Ressalta-se que há nos autos diversas informações de que o réu estaria envolvido em outros delitos, o que demonstra que a sua liberdade colocará em risco a ordem pública. Assim sendo, presentes os requisitos do artigo 312 do CPP, DECRETO A PRISÃO PREVENTIVA DE REGIS EDUARDO BATISTA, com fundamento nos artigos 312 do CPP. Expeça-se mandado de prisão.

Processo nº:
0449815-44.2010.8.19.0001
Tipo do Movimento:
Despacho
Descrição: Mandado de Prisão /Roubo Majorado
A denúncia foi recebida com relação aos réus Fabrício e Regis a fls. 85. A prisão preventiva dos réus Fabrício e Regis foi decretada a fls. 86. Não há endereço a ser diligenciado. Aguarde-se a prisão dos réus por 90 dias. Após, volvam.

Processo nº:
0001438-52.2011.8.19.0202
Tipo do Movimento:
Decisão
Descrição: Mandado de Prisão – Roubo Majorado
Vê-se que a prisão temporária do indiciado Regis Eduardo Batista é imprescindível para as investigações, na medida em que propiciará o seu reconhecimento pessoal (ele apenas foi reconhecido por foto) e também a identificação da outra pessoa envolvida no roubo. Ademais, as fundadas razões de autoria vieram aos autos, de maneira inquestionável, pelas declarações de fls. 14/15 e 16/17. Assim, DECRETO A PRISÃO TEMPORÁRIA do indiciado Regis Eduardo Batista, pelo prazo de CINCO DIAS, com base no art. 1º, I e III, c, da Lei 7960/89. Expeça-se mandado de prisão.

Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
2ª Vara Criminal /Capital
0001438-52.2011.8.19.0202
24/01/2011
1ª Vara Criminal/Capital - JAC
0449815-44.2010.8.19.0001
17/01/2011
21ª Vara Criminal/Capital
0240662-68.2010.8.19.0001
27/07/2010
2ª Vara Criminal/Capital
0019658-35.2010.8.19.0202
02/08/2010
2ª Vara Criminal/Capital
0030804-73.2010.8.19.0202
29/11/2010
21ª Vara Criminal/Capital
0450456-32.2010.8.19.0001
Central de Assessoramento Criminal - Cac
25ª Vara Criminal/Capital
0377895-78.2008.8.19.0001
19/11/2008
1