Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Préa
Renato de Freitas Ramos Junior
Recompensa:
R$ 1 Mil
Nascimento:
05/10/1986
RG:
RG Nº. (I.F.P.) 111.447.652
Natural:
Rio de Janeiro – RJ
Situação:
Procurado
Crimes:
Roubo - Assalto a Mão Armada -

1 - Art. 157 do CP - Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940 - Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência.
Facção:
Amigos dos Amigos - A.D.A.
Função:
Integrante do Tráfico de Drogas
Área de Atuação:
Bairros da Pavuna, Costa Barros e Entorno do Morro da Pedreira
Histórico:
Renato de Freitas Ramos Junior, o Préa ou Bicho do Mato, é ligado a uma quadrilha especializada em roubos de carga. O bando age no entorno do Complexo da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio, e segundo as investigações, é liderada pelo traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy da Pedreira.

Segundo as investigações, os criminosos fazem os assaltos na Via Dutra e na Avenida Brasil. O Complexo da Pedreira é usado como rota de fuga. E para que os crimes não sejam denunciados, parte do que é roubado é distribuído para moradores do conjunto de favelas. Os produtos mais visados são os eletroeletrônicos, alimentos, cigarros e remédios. As cargas roubadas são entregue aos receptadores, que pagariam apenas metade do valor da mercadoria.

Ainda de acordo com as investigações quem planeja os roubos é o traficante Vanilson Venâncio Gomes, o Tida, que está foragido. Metade do dinheiro que a quadrilha consegue com os roubos é usado por Playboy da Pedreira para comprar armas e drogas, financiar outras quadrilhas e alugar armas para invasões em redutos de quadrilhas rivais. O restante é dividido entre os integrantes da quadrilha.

Pelo Banco Nacional de Mandados de Prisão – CNJ – e pelo Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão – Polinter – Consta um mandado de prisão, expedido em 14/01/2014 pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, 2° Cartório da 2ª Vara Criminal, assunto: Prisão Preventiva – Roubo Majorado.

Pelo Sistema de Identificação Penitenciária consta: - Ingresso em 11/09/2012, Penitenciária Alfredo Trajan (SEAPAT); - Transferência Interna em 13/09/2012, Cadeia Pública José Frederico Marques (SEAPFM); Liberdade em 26/09/2012, Cadeia Pública José Frederico Marques (SEAPFM).

Pelo Sistema de Identificação Criminal, constam 02 (duas) anotações: - Delegacia de Roubo e Furtos de Cargas (DRFC), 18/12/2012, Roubo Majorado (artigo 157, § 2º – CP), Inc. I, II e III C/C, Prisão Preventiva – 2ª Vara Criminal - Regional Bangu/RJ; - 17ª DP, 11/09/2012, Artigo 16 da lei 10.826/03, Artigo 333 do CP, 42ª Vara Criminal – Capital/RJ.

Pelo Sistema de Cadastramento de ocorrências Policiais: - 17ª DP – 2012 – Porte de arma de Fogo de Usos Restrito; - DRFC – 2014 – Roubo de Carga, Tentativa; - 17ª DP – 2012 – Corrupção Ativa.

(Atualizado em 16/09/2014)
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
2° Cartório da 2ª Vara Criminal - RJ
38192-16.2013.8.19.0204.0001
14/01/2014
1