Compartilhe:



FOTOS:
 
Compartilhe:
Caio
Caio Silva de Souza
Nascimento:
25/10/1991
RG:
RG Nº. (I.F.P.) 218.856.177
Natural:
Nilópolis - RJ
Situação:
Capturado
Crimes:
Capturado

Homicídio qualificado § 2º:

III - com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum

Área de Atuação:
Rio de Janeiro - RJ
Histórico:
Prisão realizada por 17ª DP - 12/02/2014

Foi preso, na madrugada desta quarta-feira, Caio Silva de Souza, suspeito de acender o rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade. Ele foi cercado e encontrado por volta das 2h da manhã (3h no horário de Brasília) em uma pousada perto da rodoviária em Feira de Santana, a cerca de cem quilômetros de Salvador. Ele estaria fugindo para a casa de parentes, no Ceará.

Histórico:

Caio Silva de Souza é procurado por ser suspeito de arremessar o rojão que atingiu a cabeça e causou a morte do cinegrafista da Rede Bandeirantes, Santiago Ilídio Andrade, na noite do dia 06/02, quinta-feira, durante um protesto no Centro do Rio.
O Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro decretou o mandado de prisão por homicídio doloso qualificado por uso de explosivo foi expedido na noite desta segunda-feira pela Justiça.
Síntese da Decisão: "Há evidentes necessidades de se resguardar a instrução, a fim de que as demais provas sejam colhidas pela autoridade policial garantindo-se, ao final, a instrução da causa, que é de grande repercussão e que merece integral apuração, dada a lesividade social, que os eventos violentos havidos nas recentes manifestações nesta Cidade não mais se repitam.
Caio Silva de Souza foi identificado após ajuda de Fábio Raposo, que confessou ter participado da ação e está preso desde o último domingo. Raposo disse ainda que o rapaz tem um perfil violento e que eles se conheciam apenas de outros protestos. Segundo informações das autoridades, ele é morador da Baixada Fluminense e tem duas passagens pela polícia, uma delas por ter sido vítima de agressão em uma manifestação e a outra é por um crime de menor potencial ofensivo.

Pelo Banco Nacional de Mandados de Prisão – CNJ – e Sistema de Cadastramento de Mandados de Prisão – Polinter, consta mandado de prisão, expedido pelo Plantão Judiciário, mandado de prisão nº: 47528-37.2014.8.19.0001.0001, datado em: 10/02/2014, com validade até: 11/03/2014, Assunto: Homicídio Qualificado, Inquérito Policial nº:0180063314.

Pela Sistema de Identificação Criminal, consta uma anotação pela Lei 9.099 – 53ª DP – 2010 – 1ª Jecrim de Nova Iguaçu.

(Atualizado em 11/02/2014)
Processos Judiciais
ORIGEM
PROCESSO
EXPEDIÇÃO
Comarca da Capital/3ª Vara Criminal
0047528-37.2014.8.19.0001
10/02/2014 - CPB 121
1